quarta-feira, 18 de abril de 2007

A dieta do "ganho"

Se perder peso é ruim (por conta dos hábitos errados que você insiste em não mudar) pense no que vai ganhar: um corpo saudável, mais disposição, qualidade de vida, bem-estar e por aí vai... É um sonho distante? Inicie já sua reeducação alimentar para sentir "na pele" estas conquistas

por Lucília Diniz


É impressionante a dificuldade que as pessoas têm de manter uma reeducação alimentar. Há momentos em que não basta "soterrar" os outros com cardápios, esquemas passo-a-passo, informações mastigadas (sem trocadilho...) e pratos prontos light. Também não adianta forrar as paredes com espelhos e o chão com balanças, pois tem gente que, mesmo com indicação médica, pressão e colesterol altos, simplesmente se recusa a mudar seus hábitos.

O que acontece é que as pessoas se acostumam a viver mal. Preferem qualquer coisa à mudança. Assim, descobri que não existem pessoas motivadas e pessoas sem motivação.

O que existe são pessoas que estão prontas para aceitar uma mudança e outras que não estão. A motivação existe dentro de todos nós, mas só vem à tona quando permitimos

Veja a garra que mostramos em outras áreas. No trabalho, lutamos para crescer. Nos estudos, batalhamos por uma formação e nos atualizamos em diversos cursos (são reeducações também, não são?). Por que não lutamos para que o nosso corpo ganhe um merecido "diploma" de saúde?

O grande problema pode estar na meta das dietas: perder peso. Ou seja, lutamos para perder algo, e não para ganhar (estas duas palavrinhas têm uma força...). Falar que ganharemos qualidade de vida ou um corpo saudável parece, sempre, uma miragem distante para quem está começando um regime.

Vamos listar os prêmios!

Mas existem várias vantagens que conquistamos quando iniciamos a reeducação alimentar. Ganhamos nosso direito de comer melhor, de incorporar equilíbrio e qualidade às nossas refeições e o direito de sonhar, almejar e viabilizar uma vida melhor.

Que tal você olhar sua vida como um processo de conquista de bons hábitos? Falo somente de hábitos bacanas. Nada de celebrar coisas aborrecidas ou que nos amolam!

Confira alguns que imaginei para você. Torço para que você seja fisgada por um deles para o resto da vida:

1. Aventure-se com mais freqüência no universo dos pescados, ricos em Ômega 3. Crie o hábito de descobrir nomes e sabores de peixes.

2. Recuse-se a comer sanduíches sem salada no recheio. Não precisa tirar nenhum ingrediente. Só adicionar (fibras e vitaminas). Incluía também saladas antes de cada refeição.

3. Habitue-se a alimentar-se ouvindo música clássica (ou outra, bem Zen), que diminui a ansiedade e acalma.

4. Tire o pedômetro da gaveta (aquele aparelho que conta passos que você comprou um dia) e "cole-o" na cintura. Meta: 10 mil passos diários.

5. Faça um pacto com aquela sua amiga brincalhona e matriculem-se numa academia de squash. É diversão e perda de peso na certa.

6. Choveu? Saia para caminhar. A chuva refresca, lava a alma, dá pique, faz você se sentir viva e permite excelentes momentos de reflexão.

7. Enfim, reinvente seus prazeres. E desfrute o prazer de viver light!

Um comentário:

CC disse...

Boa Tarde!
O meu nome é Carla mas os amigos tratam-me por CC.
Eu tb estou a fazer RA, tentando emagrecer. Comecei a minha RA em 21 Fev 2007 e já perdi 7.5kg até agora, pretendendo perder pelo menos mais 12.5kg. Tinha 91.5kg qdo comecei e de momento estou com 84kg, e quero chegar aos 70kg pelo menos.. e vou conseguir!!! Vamos!!! gostei mto do teu blog, acho que tb tens mta força de vontade, continua assim.. todas sabemos que é mto dificil, mas se queremos alguma coisa temos de lutar por ela e acabo por achar que é uma questão de hábito a RA!!! Força!!! Beijinho - CC