sábado, 28 de novembro de 2009

O LADRÃO

"Analisando este louco mundo que vivemos, chegue a seguinte conclusão: todo assassino é um ladrão! E não é só no caso do latrocida (aquele que rouba e mata), mas o homicida.

Todo homicida rouba a vida de alguém, rouba a única chance que uma pessoa tem para ser feliz, rouba seus sonhos, seus idéias, seus projetos, rouba um(a) filho(a) de um(a) pai/mãe , rouba o (a) pai/mãe de um filho(a), rouba o amor de alguém, rouba um neto, um amigo, um companheiro, um vizinho, um irmão.... tira a nossa oportunidade de olhar mais um vez para o rosto de alguém e dizer tudo aquilo que sentimos, de acertar os ponteiro, de fazer as passes, de dizer “eu te amo”.

Assim, a vida segue seu rumo para que tem roubado um ente valioso, o vazio deixado por ele ser enquanto durar a nossa permanência aqui na Terra.

Não acredito em reencarnação, não acredito no purgatório. A morte para mim é igual a um sono, um sono profundo até o dia que seremos chamados diante do Senhor.

O que nos resta então? Carpe diem!"

2 comentários:

Francine Souza disse...

Oi linda!! tudo bem? espero que sim... tive um pouco sumida, mas to voltando!! Quando puder me faz uma visitinha pra matarmos a saudade?
Amei sua postagem, penso que nem vc... ficamos num sono profundo esperando o juizo final onde o Senhor Deus julgara todas as causas!!!
bjs light e sucesso

Francine Souza disse...

Oi linda!! tudo bem? espero que sim... tive um pouco sumida, mas to voltando!! Quando puder me faz uma visitinha pra matarmos a saudade?
Amei sua postagem, penso que nem vc... ficamos num sono profundo esperando o juizo final onde o Senhor Deus julgara todas as causas!!!
bjs light e sucesso